Voltar
22 MAIO, 2020
Por: Get Compactos

Compactos: moda ou tendência?

Apartamentos compactos ou estúdios são tendência em todo mundo, e agora voltam a surgir com força no mercado de imóveis novos no Brasil. Mas você abriria mão do seu apartamento espaçoso a duas horas do seu trabalho por um compacto ao lado da empresa?

É mais barato?

Muita calma nessa hora! Para chegar nessa resposta precisamos analisar por M². O que acontece é que esses imóveis costumam ficar muito bem localizados e trazem muitos conceitos modernos de arquitetura, engenharia e design. Isso acaba elevando o valor agregado desses imóveis.

Vamos analisar na prática:
Em São Paulo, no bairro da Consolação, o preço médio do metro quadrado é de R$ 10.331. Enquanto isso, encontramos ofertas de apartamentos de 18m² por R$ 269 mil. Ou seja, por quase R$ 15 mil o m².

É importante lembrar que além do investimento no imóvel, também existe o custo dos móveis. No geral, a mobília desses imóveis precisam ser planejadas e feitas exclusivamente. Não é qualquer armário que cabe em um apartamento de 20m². 

É pra todo mundo?

Obviamente não é todo mundo que vai se adaptar a esse tipo de imóvel. Apartamento compacto significa menos espaço individual e mais espaço compartilhado. Os condomínios que ofertam esse tipo de residência tem áreas compartilhadas para quase tudo. Lounge compartilhado para receber amigos, lavanderia compartilhada, bicicletas e carros compartilhados.  Alguns chegam a oferecer até cozinha compartilhada, já que a área destinada a culinária dentro desses apartamentos é muito reduzida.

O público-alvo desses empreendimentos são estudantes, jovens e/ou solteiros(as). Pessoas que preferem morar perto do trabalho, mesmo que num espaço reduzido. Além de conseguir viver bem em grupo e compartilhar.

Moda ou tendência?

Segundo o SECOVI/SP, 461 imóveis lançados em São Paulo em 2016 tinham até 30 m². Esse é o tamanho para um apartamento ser considerado compacto. A maior parte dos imóveis lançados em São Paulo no mesmo período tinham de 45m² a 65m². Por enquanto, os imóveis compactos atendem somente há um nicho do mercado imobiliário.

Com o aumento da população mundial, os imóveis estão diminuindo de tamanho. Nas grandes capitais como Nova Iorque, Londres e Tóquio apartamentos compactos são muito comuns.

Esses imóveis ficam localizados perto dos centros comerciais das cidades. Quem opta por morar ali não está apostando somente em economia com as despesas, mas está olhando também para qualidade de vida, já que está indo residir perto de parques, shoppings e das principais empresas. Qualidade de vida é uma das coisas que a nova geração mais leva em consideração na hora de tomar decisões.

Entretanto, não dá para afirmar que apartamentos compactos são tendência ou uma solução passageira. Para abrigar cada vez mais pessoas existem construtoras que investem em prédios com mais andares, mas com apartamentos espaçosos. A evolução da tecnologia nos permite vislumbrar milhares de soluções. Essas são apenas algumas delas.

Foto de um apartamento compacto mobiliado.

Fonte: Blog Fiança Certa

Compartilhe

Voltar

Artigos relacionados

Continue lendo e mantenha-se atualizado com nossas novidades